Importância do Marketing em tempos de crise

Marketing em tempos de crise

Falar de crise econômica atualmente pode ser comparado a assuntos despretensiosos como se: vai chover hoje, está muito quente ou muito frio, mas trata-se de um fator existente e que requer ação das empresas ao contrário da postura reativa ou conservadora que muitos empreendedores estão adotando. Está no meio empresarial parte da força para modificar o cenário econômico. Portanto, focando em marketing, é assertivo dentre tantas teorias, um tipo de investimento que não custa caro e garante reconhecimento de marca, produto e expansão: Marketing Digital. Esse tipo de estratégia exige baixo investimento, quando desenvolvidas táticas e plano de ação com uma empresa qualificada. E consequentemente deve promover resultados muito positivos.

A seguir podemos conferir algumas estatísticas que comprovam a tendência cada vez mais pulsante do marketing digital para o mercado. Foi produzida pela consultoria WebDAM e divulgada via infográfico. O estudo está dividido em três pilares: “O que esperar”, “Tendências”, e “O que é importante para os consumidores digitais”.

Confira abaixo os três tópicos:

O que esperar

– 78% dos especialistas em marketing digital pensam que o conteúdo personalizado é o futuro do marketing.
– As equipes de marketing devem gastar + de US$ 135 bilhões em estratégias de marketing digital.
– Publicidade na internet será responsável por 25% de todo o mercado de publicidade em 2015.

Tendências

– Mídia social: os orçamentos para mídia social devem dobrar nos próximos 5 anos.
– Conteúdo: Cerca de 50 % das empresas já possuem estratégias de marketing de conteúdo.
– Eventos: 67% dos profissionais de marketing de conteúdo B2B consideram eventos de marketing como a estratégia mais eficaz.
– Imprensa: 73% dos jornalistas pensam que publicações devem incluir imagens.
– SEO: Search Engine Optimization é vital para os negócios.

 

O que é importante para os consumidores digitais

– Inbound Marketing oferece 54% mais fluxo do que o outbound tradicional.
– 52 % dos anunciantes encontram um cliente via Facebook neste ano.

– 55 % dos anunciantes aumentaram seus orçamentos de marketing digital este ano.
– Conteúdo visual é processado pelo cérebro 60 mil vezes mais rápido do que o texto.
– Vídeos sobre as páginas de destino aumentam a conversão de 86% do conteúdo.

Fonte: http://www.proxxima.com.br/home/negocios/2013/11/25/As-20-estat-sticas-fundamentais-para-as-estrategias-de-marketing-digital-em-2014.html

Importante reconhecer mais um número significativo que aponta as tendências de marketing direcionadas ao meio digital sendo que, 85,9 milhões de pessoas utilizam internet no Brasil e os celulares são porta de entrada para 31% dos novos usuários de internet, indicando que todo, e qualquer esforço para estar presente no meio digital é mais do que imediato e coerente as empresas, porque estar presente no meio digital e na internet como um todo, pode e deve auxiliar a romper com a crise instaurada, devido ao grande poder e abrangência da tecnologia. Mais de 89% dos brasileiros pesquisam na Internet antes de fazer suas compras segundo “instituto Ipsos OTX e pelo Ipsos Global @dvisor em março de 2013”.

Contudo, para quem leu até este ponto e pensou ter encontrado uma formula milagrosa para romper com a chamada crise, vale lembrar que é de extrema necessidade investir em uma agência de marketing digital que sabe como operar neste novo meio de divulgação, como foi destacado ao inicio do texto, assim como observar internamente como se realiza o atendimento aos clientes, pós-venda e rever a qualidade dos produtos ou da equipe empenhada em vender, contatar e ligar toda rede de contatos da sua empresa a um formato estratégico, comprometido com ótimo atendimento. Não adianta atrair o seu público-alvo, divulgar maravilhas na internet, colocar imagens lindas no seu e-commerce se quando o cliente estiver em contato real com o atendimento da sua empresa, e por ventura vir a adquirir o seu produto, suas expectativas forem péssimas, porque a empresa deixou a desejar. Tamanha abrangência da internet também pode arruinar uma empresa que não esta comprometida com seus clientes afim de relacionar-se positivamente.

“O custo de atrair novos consumidores é cinco vezes maior que o custo de manutenção” de acordo com Kotler (1998, p.619).

Concluímos com algumas observações simples que destaquei em uma palestra recente: investir em marketing digital é essencial e o investimento é muito baixo em comparado com o retorno e analise de métricas feitas por profissionais que reconhecem pontos de utilização e analise criticas para estratégia de marketing, assim como direcionamento ao público-alvo. Outro ponto a ser observado é o Marketing de relacionamento, que visa manter satisfeitos os clientes já conquistados. Apesar da crise não é assertivo recuar como empresa, reduzir investimento em marketing em momento que a empresa mais precisa. Considerando que esta muito em poder dos empresários a força para minimizar a crise. Observando por uma ótica atual de economia capitalista, a força motriz que pode romper com a crise e aquecer o mercado com empregos, as empresas que enxergam oportunidades, se renovam, inovam e mantem-se em constante de planejamento voltado ao marketing, se tornando mais e mais fortes como a história e a experiência de outros países já nos apresentaram, porque grandes marcas surgiram em momentos de crise americana e asiática, mantendo-se até hoje, como Coca-cola, Nike, Apple, Toyota.

Fontes: palestra ministrada por Janclei Frömming, Especialista em Marketing , Digital e Diretor W2M para empresários de Santa Cruz do Sul e Região dos Vales na ACI.

http://pt.slideshare.net/jfromming/palestra-aci-marketing-tempos-de-crise

 

Visite nosso site: http://agw2m.com.br/

Curta nosso facebook: https://www.facebook.com/agw2m

agw2m

W2M é uma Agência de Marketing Digital e Publicidade, com espírito inovador, que desenvolve e promove estratégias de vendas na internet e meios convencionais, além de prestar consultoria e adequação de estratégias de Marketing para Web.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *